sábado, 29 de dezembro de 2012

Vinhos


O vinho está sempre presente nos momentos especiais.
 Então vamos saber um pouquinho mais sobre ele e seus benefícios à saúde.


Pesquisas sugerem que o vinho tinto pode ser mais eficaz que outras bebidas alcoólicas para diminuição do risco de mortalidade por doenças cardíacas. Esta proteção, além do etanol, pode ser explicada pela presença abundante dos compostos fenólicos neste tipo de vinho.


Estes compostos são o famoso resveratrol, que é produzido por algumas plantas espermatófitas em resposta ao stress causado por ataque fúngico, dano mecânico ou por irradiação de luz ultravioleta e pode ser encontrado em amora, amendoim, soja e principalmente em uvas.


Embora haja contradições, o resveratrol protege o sistema cardiovascular por uma série de mecanismos, incluindo a inibição da oxidação de LDL e da agregação plaquetária, a síntese de eicosanoides pró-aterogênicos, a inibição da proliferação celular e a elevação do vasorelaxamento.  
Em outras palavras, é um poderoso 
antioxidante, anti-inflamatório e antiplaquetário.

Em conjunto, esses efeitos seriam responsáveis pelo "paradoxo-francês" - baixa taxa de mortalidade por doenças cardiovasculares, apesar de uma dieta rica em gorduras - devido à preferência da população francesa pelo vinho tinto.


Ele ainda previne a proliferação de diversos tumores e pode atuar de modo similar ao estrogênio, 
substituindo-o, parcialmente, nos tratamentos pós-menopausa

Concluíram que o resveratrol pode ser absorvido de suco de uva (integral, sem açúcar e conservantes) em quantidades biologicamente ativas e em concentrações efetivas para redução do risco de aterosclerose, servindo como uma boa fonte para a população abstêmia.
Maaaass a principal fonte é o vinho tinto, já que a maioria deste composto está presente na casca da uva - cerca de 95%.  

Agora que já sabem dos benefícios, vou listar os principais tipos de vinho, para ajudar na hora da escolha!


Os vinhos podem ser finos/ nobres, especiais, comuns ou frisantes.

Quanto ao teor alcoólico, a os vinhos de mesa tem entre 7° e 14° GL, o que equivale a 8,5% a 14%  de álcool. Já os vinhos de sobremesa ou licorosos, como o vinho do Porto, têm mais de 14° GL , geralmente adicionado após a fermentação. 
O vinho leve possui entre 7° a 9,9° GL e é elaborado a partir de uvas viníferas. 
O champanha é um vinho espumante, cujo anidrido carbônico é resultante unicamente de uma segunda fermentação alcoólica de vinho 
com graduação alcoólica de 10° a 13° GL. 
Já o licoroso é um vinho doce ou seco, com graduação alcoólica de 14° a 18° GL, adicionado ou não de álcool potável, mosto concentrado, caramelo e sacarose. 
O vinho composto é uma bebida com graduação alcoólica de 15° a 18° GL, obtida pela adição ao vinho de macerados e/ou concentrados de plantas amargas ou aromáticas, substâncias de origem animal ou mineral, álcool etílico potável e açúcares. 
São eles o vermute, o quinado, o gemado, a jurubeba e a ferroquina, entre outros.


Com relação à cor, são classificados em tinto - elaborado a partir de uvas escuras e a diferença de tonalidade depende do tipo de fruto e maturidade; branco – produzido com uvas brancas ou escuras e a fermentação é feita na ausência da casca (portanto, contém quantidades mínimas de resveratrol); e rosé - produzido com uvas escuras e, após breve contato, as cascas que dão a pigmentação ao vinho são separadas. Para paladares menos refinados, também é possível chegar a essa coloração com a mistura de tintos e brancos de baixa qualidade.


A fermentação transforma o açúcar em álcool. Dependendo da quantidade que sobra, os vinhos são classificados em seco (até 5g de açúcar por litro), meio doce (entre 5 e 20g/ L) e suave (mais de 20g/L).
Outro produto da fermentação é o gás carbônico, responsável pelas bolhas do líquido e que separa os vinhos em três categorias: vinhos espumantes (mais de 2kg de pressão por cm²), frisantes (até 2kg/cm²) e 
os tranquilos, que não têm gás nenhum.

Lembrete importante: para aproveitar os benefícios, o consumo deve ser moderado – uma taça (200mL) para mulheres e duas taças (300mL) para homens, ao dia.


Saúde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário