segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

As famosas "Barras de Cereais"


As barrinhas de cereais são ricas em fibras 
(essencial para o bom funcionamento intestinal),
altamente nutritivas, apresentam baixo teor calórico e são ótimas para serem consumidas entre as refeições principais.



 As calorias entre os tipos e marcas existentes variam de 65 a 80 calorias 
(mesmo as que se dizem "lights"), 
mas não é este o objetivo do post, já que não são 15 calorias que vão te deixar caquética ou com obesidade mórbida!
O que eu quero enfatizar aqui são alguns itens que acabam passando despercebido pelas pessoas que não estão acostumadas a fazerem uma análise crítica do que consomem.


Primeiro ponto são as barrinhas lights.
 Pesquisei algumas marcas destes produtos que diziam lights, mas pra início de conversa, nenhuma delas apresentava o produto convencional para saber se realmente tinha a redução seja do valor calórico, seja de algum ingrediente. E pela comparação que fiz entre as barras semelhantes, aparentemente
 não tinham nada de light!
A boa notícia é que a nova resolução da Anvisa (RDC 54/2012) alterou o uso deste termo, entre outros, e o uso da alegação light só será permitido para os alimentos que forem reduzidos em algum nutriente, em comparação com um alimento de referência (versão convencional do mesmo alimento).






O próximo passo é se atentar aos ingredientes da sua barra de cereais. Algumas contêm alto teor de açúcar (eu acho a maioria delas enjoativamente doce), que estão disfarçados nos ingredientes com vários nomes:

 Glicose ou Glucose = Açúcar simples!

Açúcar invertido: trata-se de uma solução com três açúcares:
 glicose, frutose e sacarose!

Xarope de milho, xarope de glicose ou xarope de frutose. Todos significam a mesma coisa: um xarope de milho rico em frutose! Extraído do amido, é um adoçante potente e ainda mais barato do que o açúcar tradicional, e por isso largamente usado em produtos industrializados. No entanto, de acordo com pesquisas americanas, ele aumenta o nível de triglicerídeos no sangue e estimula a obesidade.

Algumas marcas, não contentes, usam xarope de milho E glicose!

Estes fatores contribuem para elevar o índice glicêmico do alimento, que é responsável pela elevação rápida da glicemia sanguínea. Tal fenômeno acarreta em uma produção excessiva de insulina, em sua maioria desnecessária, para cobrir esse excesso de açúcar no sangue. Mas isso já é assunto para outro post!
 (Não perca o próximo capítulo! Hahahahaha)



Para conseguir aproveitar os benefícios de sua barra de cereais, procure comer apenas as que contenham “gorduras boas”, fibras, castanhas, amêndoas e outras nozes (lembram do outro post?!), que diminuem a absorção de açúcar pelo organismo. E evite aquelas com cobertura de chocolate!

Por essas e outras, muita atenção na hora da escolha! Leiam os rótulos e façam escolhas inteligentes! :)


Eu não vou resistir.. As minhas preferidas são as da “Mãe Terra”, que são 100% naturais, tem menor teor de gorduras saturadas, não contém conservantes e a maior proporção é de aveia (pra mim é fundamental, já que não curto muito flocos seja lá do que for). Eu já experimentei as de 
“Castanha do Pará e Cacau e “Banana e Linhaça”. 
São ótimas!
 Além do mais, a Mãe Terra é uma marca super legal, que propõe oferecer alimentos processados o mais próximo possível do natural!




Nenhum comentário:

Postar um comentário