quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

(Pseudo)Sucos


Quando falei sobre iogurtes e similares, recebi alguns e-mails pedindo para falar sobre sucos industrializados, que na verdade a maioria é néctar, preparado sólido, bebida mista... qualquer coisa menos suco!




Esclareço que meu objetivo não é fazer vocês pararem de consumir 
essas bebidas que atendem pelo nome de suco, 
porque (infelizmente) não tenho este poder.
Apenas quero mostrar o que elas são de verdade, sem o mundo cor de rosa que o marketing pinta, pra vocês refletirem sobre suas escolhas.

Para início de conversa, de acordo com a legislação vigente, “suco ou sumo é a bebida não fermentada, não concentrada e não diluída, destinada ao consumo, obtida da fruta madura e sã, ou parte do vegetal de origem, por processamento tecnológico adequado, submetida a tratamento que assegure a sua apresentação e conservação até o momento do consumo, onde”, resumidamente, não poderá conter substâncias estranhas à fruta ou parte do vegetal de sua origem; se for parcialmente desidratado deverá ser denominado ‘suco concentrado’; poderá ser adicionado açúcar na quantidade máxima fixada para cada tipo de suco, através de ato administrativo, observado o percentual máximo de dez por cento em peso, calculado em base de sólidos solúveis naturais do suco”.


A resolução completa você pode ver aqui.
É proibida a adição de aromas, corantes artificiais e edulcorantes 
hipo ou não calóricos aos sucos!
Apenas poderá ser chamado de "integral" o suco sem adição de açúcar e na sua concentração natural, o que não se aplica ao suco reconstituído.
Opções de sucos integrais são os sucos de uva, que vocês podem ver aqui, aqui e aqui e este de maçã (aqui), que foi sugestão da amiga Kakau.
Mas atenção! Algumas marcas contêm conservantes, então fique esperto e escolha os que não tiverem.

 Apenas o que foi falado até agora é suco.
O restante são outros tipos de bebida, e vou explicar algumas.



Néctar
“É a bebida não fermentada, obtida da diluição em água potável da parte comestível do vegetal e açúcares ou de extrato vegetais e açúcares, podendo ser adicionada de ácidos, e destinada ao consumo direto.” 
Também não permite adição de açúcares e edulcorantes.

 Refresco ou bebida de fruta
“É a bebida não gaseificada, não fermentada, obtida pela diluição, em água potável, do suco de fruta, polpa ou extrato vegetal de sua origem,
adicionada de açúcares.”

Preparado líquido ou concentrado líquido para refresco
“É o produto que contiver suco, polpa ou extrato vegetal de sua origem e açúcares, adicionado unicamente de água potável para o seu consumo.”

Preparado sólido para refresco
“É o produto à base de suco ou extrato vegetal de sua origem e açúcares, podendo ser adicionado de edulcorantes hipocalóricos e não-calóricos, destinado à elaboração de bebida, para o consumo imediato, pela adição de água potável.”
Não podem ser chamados de suco em substituição à
 denominação “refresco”!
Entendem agora por que esses pós não podem ser chamados de suco?!?!
Pra ficar mais didático, vou listar alguns exemplos.

Vou começar pelo imbatível:




Por acaso você já teve a curiosidade de saber o que tem 
dentro desta garrafinha?
Eis a descrição do produto que consta no site: 
“O sabor Frutas Cítricas, é a combinação de sucos concentrados, água e açúcares, enriquecida com a adição de vitaminas essenciais ao organismo A, C e E, uma opção saudável de bebida à base de frutas. A vitamina C tem papel como antioxidante, com potencial de oferecer proteção contra algumas doenças e contra os aspectos degenerativos do envelhecimento. A vitamina C (também conhecida como ácido ascórbico) é uma das 13 principais vitaminas que fazem parte de um grupo de substâncias químicas complexas necessárias para o funcionamento adequado do organismo.”

E agora, o que ele tem de verdade:
Ingredientes: Água, açúcar, sucos concentrado de maçã, ÓLEO VEGETAL DE MILHO (por essa nem eu esperava!), amido modificado, maltodextrina, ácido ascórbico (vitamina C), acetato de D-alfa-tocoferil, (vitamina E), sucos concentrados de limão, suco concentrado de laranja, acetato de retinol (vitamina A), suco concentrado de tangerina, acidulante ácido cítrico, regulador de acidez citrato de potássio, antioxidante ácido ascórbico, conservadores: benzoato de sódio, sorbato de potássio e benzoato de potássio, estabilizante goma xantana, aromas naturais e artificiais de frutas cítricas, corantes artificiais: tartrazina e amarelo crepúsculo, fcf e sequestrante EDTA cálcio dissódio.

Você continua achando uma “opção saudável à base de frutas”?


Tem vitamina C, que aumenta a absorção de ferro. Tem vitamina A, que contribui para a utilização do ferro pelo corpo.Tem ferro, que contribui para o metabolismo energético e para o desenvolvimento mental. Tem o gostinho da fruta que a gente adora, espuminha..

Ok.
E o que mais?
Ingredientes: Açúcar, maltodextrina, polpa de laranja desidratada, fibra alimentar vegetal, ferro, vitamina C, vitamina A, acidulante ácido cítrico, antiumectante fosfato tricálcio, regulador de acidez citrato de potássio, aroma sintético idêntico ao natural, espessantes: gomas guar, xantana e arábica, edulcorantes artificiais: aspartame (25mg/100ml), ciclamato de sódio (22mg/100ml), acesulfame de potássio (3,7mg/100ml) e sacarina sódica (1,8mg/100ml), corantes naturais: beta-caroteno e antocianina, corante inorgânico dióxido de titânio, 
espumante extrato de quiláia e corante caramelo. 
Considerando que de polpa de fruta só têm 2%
de onde você acha que vem o gostinho?

Próximo:

Linha de sucos e néctares naturais que reúne todo o sabor das frutas selecionadas dos melhores pomares. Um produto premium, sem conservantes, rico em vitamina C, e que mantém as propriedades originais da fruta, garantindo o sabor de suco feito na hora.

Ingredientes: Água, suco concentrado e polpa de laranja, açúcar, acidulante ácido cítrico, ácido ascórbico (vitamina C) e aroma natural de laranja.
Procurei produtos desta marca e só encontrei néctares. Nada de suco..
Pelo menos, neste caso, a proporção de suco é maior que a de açúcar e não tem todas as substâncias assustadoras vistas anteriormente.

Agora vem o queridinho da criançada.



Sabe  esta caixinha? Também não tem suco! Mas sim uma bebida de frutas!
Olha só o rótulo do sabor abacaxi!
Ingredientes: água, açúcar, sucos de maçã, laranja, uva, abacaxi e maracujá, vitaminas (C, E, B3, A, D, B6 e B12), acidulante ácido cítrico, aroma sintético idêntico ao natural e estabilizante goma guar.
Viu onde aparece o suco de abacaxi?? Já foi dito em posts anteriores que a legislação obriga que os ingredientes sejam descritos no rótulo em ordem decrescente, ou seja, o que está em maior quantidade SEMPRE aparecerá primeiro.

E a marca que é sinônimo de orgulho de quem "está de dieta".

Ingredientes: Água, polpa de goiaba, açúcar, acidulante ácido cítrico, aroma natural e antioxidante ácido ascórbico.
Tá, ele também tem mais fruta do que açúcar. Mas não é tão saudável como muita gente pensa.
Imagina que em UM COPO (200 mL), você encontra 26g de carboidratos (leiam-se açúcares!).



Da mesma marca, a opção “frut”, que leva o consumidor a imaginar uma bebida super nutritiva, afinal, são frutas! 
Mas.. Olha os ingredientes da opção tangerina.

Ingredientes: Água, açúcar, sucos de maçã, uva, maracujá, abacaxi, laranja e tangerina, acidulante ácido cítrico, aroma sintético idêntico ao natural, espessantes carboximetilcelulose sódica e goma xantana, conservadores sorbato de potássio e benzoato de sódio, sequestrantes hexametafosfato de sódio e EDTA cálcio dissódico, estabilizantes acetato isobutirato de sacarose e dioctil sulfosuccinato de sódio, corantes artificiais amarelo crepúsculo FCF e tartazina.

Agora que você já sabe de tudo isso, espero que tenha senso crítico na hora da compra.



Se possível, que deixe a preguiça de lado e prepare um suco de verdade!
Se quer poupar seus ATP’s, compre polpas congeladas.. 
Elas são super práticas e uma ótima alternativa para quem vive com pressa.

E pra você que está de cabelo em pé com tantos nomes estranhos, 
não se preocupe.
No próximo post vou falar sobre os aditivos alimentares, para ajudar você a entender melhor.
Não perca o próximo capítulo!

2 comentários:

  1. Muito bom... parabéns pelo post!!!
    Tbém sou nutricionista e cabe a nós informar a população a respeito destes assuntos. É um trabalho de formiguinha, mudança de hábito não é fácil, mas vale a pena.
    Uma sugestão, você poderia falar sobre bebidas a base de soja.
    Estou vendo muitos casos no consultório, de famílias que substituem o leite de vaca por bebida de soja, tive um caso de menina com puberdade precoce por consumo excessivo de bebida de soja e outro menino com ginecomastia pelo mesmo motivo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Bruna!
      Fico muito feliz que tenha gostado.
      Sei como este trabalho de conscientização e mudança de hábitos é complicado e desgastante, mas não devemos, nem podemos, desistir.
      Achei muito interessante sua dica e com certeza escreverei em breve sobre o assunto.
      Um beijo!

      Excluir